O que é intolerância à lactose

  • 1
Sintomas intolerância à lactose

O que é intolerância à lactose

A lactose é um carboidrato (açúcar) dissacarídeo presente no leite da maioria dos mamíferos. Para ser absorvida, a lactose deve ser hidrolisada (“quebrada”) no intestino delgado nos dois monossacarídeos constituintes: glicose e galactose.

A hidrólise é realizada pela lactase, enzima produzida pelas células da mucosa intestinal (enterócitos). A lactase é encontrada na extremidade das vilosidades do intestino delgado e seus níveis são mais altos no jejuno proximal e mais baixos no duodeno e íleo distal.

A hipolactasia ou deficiência de lactase determina má absorção e intolerância à lactose. Má absorção de lactose é a situação na qual ocorre falha na digestão e absorção da lactose, que nem sempre está associada a manifestações clínicas, enquanto intolerância à lactose é o termo que deve ser usado na presença de sinais e sintomas secundários à má absorção da lactose.

Sintomas intolerância à lactose

Comparativo da absorção de lactose em pacientes tolerantes e intolerantes

Sintomas da intolerância à lactose

Com pouca ou nenhuma lactase no intestino, a lactose não absorvida é fermentada pelas bactérias anaeróbias do íleo terminal e intestino grosso formando gases (metano, gás carbônico e hidrogênio) e ácidos graxos de cadeia curta. Uma grande parte do gás carbônico (CO2) permanece na luz do intestino e é responsável pela dor e distensão abdominal, borborigmos e flatulência, enquanto que os ácidos graxos exercem efeito osmótico atraindo água para o interior do lúmen intestinal, causando diarréia. O intolerante também pode apresentar náuseas e vômitos. A maior parte dos gases são posteriormente eliminados sob a forma de flatos. Uma parte do hidrogênio atravessa a parede intestinal, cai na circulação sanguínea, é transportado até os pulmões onde, finalmente, é eliminado pela respiração como parte do ar expirado.

Os sintomas costumam ocorrer nas primeiras horas após a ingestão de lactose, e sua severidade é variável. Muitos indivíduos com intolerância à lactose toleram a ingestão de leite e derivados em quantidades moderadas sem o desenvolvimento de sintomas significativos.


Bibliografia:
1. American Academy of Pediatrics Committee on Nutrition. Lactose intolerance in infants, children, and adolescents. Pediatrics. 2006; 118(3):1279-86.


1 Comment

Alergia a Proteina do Leite de Vaca Sintomas pela Gastropediatra

05/03/2014 at 6:46 pm

[…] APLV a proteína do leite é o alérgeno que leva a reação imunológica, enquanto que na intolerância à lactose, há falta de lactase, enzima responsável pela digestão do principal carboidrato do leite, a […]